Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

Setembro

João-Afonso Machado, 02.09.15

NEVOEIRO.JPG

Passou sofrivelmente o dia do Ano Novo. Agosto expirou num trinta e um e sem história. Nem sol. Assim nasceu a manhã seguinte vazia de carros, conformados e esvaziados.

Aconteceram apenas algumas esperanças de uns tempos mais soltos. Há gente para quem os ponteiros ou não contam ou ameaçam enlouquecer contando. A ser assim, o resto é nada.

Nada - menos o que resta do pouco. Quase nada. Olhando em redor, não mais vê. Nevoeiro. É outra praia, o cansado silêncio após o estranho marulhar dos funerais.

Fecha a janela e reentra na sala. Há um ligeiro aroma a frio. Tem pela frente a imensa novidade da ventania e das águas moldando a seu jeito os areais desertos. Lá longe. Se chegar o tempo do fascínio ante as esculturas de mais um ano.