Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

Sem rei nem roque

João-Afonso Machado, 25.09.18

008.JPG

Houve um dia, percebi finalmente não eram os animais que tranquilizavam as pessoas. Eram estas a prepararem aqueles para esse nobre ofício de serenar os donos. Mas quais estas?

Vinha ao de cima o saber inicial: "estas" eram poucas, muito poucas. De tal maneira que os jornais iniciaram o tema dos maus-tratos à bicharada.

O ciclo completa-se e parte de nós, ditos os racionais. A caminho do Douro Alto, já noite fechada, penso muito em chicotear um juiz. Uma besta. Azar dele, porventura: não tem ao menos uma tarântula de estimação a amenizar os meus instintos. E tem-me com vontade de o esganar. E eu tenho muitas saudades daquela pessoa que, a estas horas, viajaria comigo, tudo transformava num passeio e correria também atrás de algum texugo que vislumbrássemos entre o vinhedo. Ora aí está!

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.