Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

O grande tribuno

João-Afonso Machado, 21.09.14

Do político Marinho Pinto só por infelicidade lusa há muito a dizer. O seu sucesso político é apenas outra expressão da sua passagem pelo mais elevado cargo da Ordem dos Advogados e a anunciada renúncia ao Parlamento Europeu é, também, resultado dos seus dizeres e do tom de voz em que os diz.

O deputado Marinho Pinto percebeu, rapidamente, em Bruxelas andaria em absoluto anonimato. Os mandatos passam a correr (como tudo, à medida que os anos se sucedem...) e o regresso à Pátria não seria triunfal. Entre a escolha de uma família ideológica e a substância de um discurso oco ou preenchido por contradições, a carreira política de Marinho Pinto estaria à partida sempre condenada...

Acresce ser hoje inquestionável a sua falta de vontade em retomar a advocacia, abrir mão das entrevistas televisivas e reduzir a sua truculência à barra, ante magistrados, colegas e funcionários judiciais. É pouco, muito pouco, para quem andou este tempo todo nas parangonas dos jornais em guerra aberta com ministros.

Quanto ao mais, entre uma palavrinha de apreço a Sócrates e outra a Margaret Tatcher não há qualquer tolice, antes o jeito lampeiro de agradar a todos e manter a indefinição que lhe vale a sobrevivência à tona.

Por isso um partido que vem aí - Marinho Pinto costuma cumprir as imprevisibilidades que anuncia - e a sua provável eleição nas Legislativas. A áurea mantem-se, ninguém o pode acusar de nada ter feito porque só então é o momento de ele começar a fazer.

Mas, entretanto, viveu do ordenado europeu que se apressou a condenar por excessivo? Ora, se isso contasse, já neste País toda a gente se tinha decidido a trabalhar. Além do mais, os grandes tribunos nasceram para incendiar multidões e Marinho Pinto capacitou-se (sem qualquer rebuço) de tal predestinação.

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.