Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

J. I. Faria - o senhor euromilhões

João-Afonso Machado, 26.05.14

J:\FOTOS\PORTUGAL - LISBOA E PORTO\LISBOA\MANIF 12

Não tenho o prazer de conhecer o senhor José Inácio Faria, uma pessoa sem dúvida respeitável e inatacável, desprovida de ambições políticas, a avaliar pelo partido - o MPT - a que entregou a sua militância nestas sempre tortuosas lides. O certo é que nem eu nem ele próprio sonhariamos com esse invejável cargo - o de deputado europeu. E digo isto com a franqueza de quem, mais do que tudo, gostaria de ser - deputado europeu. Por quanto a função proporciona, pelo porquinho-mealheiro que, afora loucuras, há-de vir de lá connosco. O pior é a via-sacra a percorrer até obter essa meritória função, essa enciclopédica estadia...

Esta a regra. Muitos são os candidatos, pouquíssimos os escolhidos. Jamais tentei, sequer.

Restam apenas os golpes de sorte. Os ventos da Fortuna. A tal que bate a uma porta, entre muitos milhares e milhares delas. A Fortuna bateu à porta do senhor Faria e eu congratulo-me. Parabéns.

E tudo porque o MPT apostou - e muito bem - no Dr. Marinho Pinto. Sem menosprezo, não me lembraria designá-lo, pela exacta razão, provavelmente, porque há muito não milito partidariamente. Mas a aposta foi de mestre e assaz reveladora.

Em duas palavras que não incluem qualquer juizo de valor sobre a figura de cartaz do MPT: o Dr. Marinho Pinto tem sabido captar a atenção dos portugueses, que gostaram dele e do seu discurso. Porquê? - Porque sim, digamos assim. E a avalanche - 7,1% do terço de eleitores votantes -produziu a sua eleição e, por arrasto, a do senhor Faria também.

Fiquem as conclusões a cargo de quem as quiser tirar.

O próximo capítulo, muito sequencial, abordará a temática da abstenção e do promissor novo partido - o dos votos brancos. O PVB.

Para já, apenas, o reiterar das minhas felicitações. Acredite, senhor Faria, quem me dera estar no seu lugar. 

 

 

 

 

 

2 comentários

Comentar post