Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

CTT (Camilo Todo Terreno)

João-Afonso Machado, 18.02.17

2ª EDIÇÃO MEMÓRIAS.JPG

É muito mais do que o cenário habitual do colar sêlos. Isso representaria apenas as carimbadelas. Mas depois cada livro tem um número e um nome correspondente. E uma assinatura, uma dedicatória, nova assinatura. Por fim, vai ao envelope.

Começam então as sinuosidades electrónicas. Camilo descobre-se com idade ainda para as realidades virtuais. Os envelopes carecem de moradas que se acoitam geralmente em e-mails. Conversa muda. Solavancos péssimos para as costas do espírito, a criarem calo nas corridas do tempo.

Em todo este trajecto um crescente de altitude. O monte de envelopes subiu. Camilo sente uma ligeira agonia. Ainda lhe falta a penosa travessia até à estação dos correios, a iminência de derrapar nos registos, o despiste dos destinatários, e - vá lá, ao menos... - o encanto da menina no guichet. Entretanto os envelopes perdem altura, é o vazio depressivo e amanhã será outra etapa assim. Também sinuosa, solavancada, a dar-lhe resignadamente cabo das costas do espírito. Mas prego ao fundo da pachorra. Camilo já não escolhe onde pisar. Envelope atrás de de envelope, nem o serenando o sorriso da menina do guichet.