Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

Uma sugestão para hoje

João-Afonso Machado, 11.12.10

Porque se prevê um intervalo neste Outono quase a entregar o testemunho ao Inverno. Algum sol, frio nenhum. E os rabelos motorizados estão lá no rio, esperando sempre os turistas. Dúzias e dúzias de turistas, dos mais díspares idiomas. Depois é o percurso das Cinco Pontes. Com partida do Cais da Ribeira, até à do Freixo, passando antes pela de D. Luis, pela de D. Maria Pia, pela de S. João. No retrocesso, se a crise ainda não aperta em demasia, hão-de manter o belo costume de um cálice de vinho fino, à saúde dos navegantes-visitantes.

Mas falta o mais: o avizinhar da barra. Para trás vão ficando a Igreja de S. Francisco, lá em cima, as docas de Gaia, a Alfândega, Massarelos... E, enfim, a quinta ponte - a Arrábida. O curso alarga-se, a Afurada é logo ali à esquerda. Já cheira a mar, ao sem retorno das águas além-pontões.

O rabelo claramente o diz: não foi feito para essas aventuras. Pára, aponta o dedo à vastidão, cumprimenta e executa a manobra de regresso. O desembarque será no dito local de embarque. E a Ribeira tem, depois, muito onde lanchar, jantar e cear... e ouvir um fado septuagenário, octogenário, vindo nunca percebi de onde, talvez do tempo das meninas da rádio, do tempo da juventude de Amália.