Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

Atenas (II) - Anoitecendo...

João-Afonso Machado, 03.11.20

O sol tinha já fugido e a visita a Atenas não poderia ficar por ali. Nos picos circundantes, estranhas formas ainda se notavam, catalogações em aberto,

IMG_3702.JPG

deixadas para dias mais calmos, eu subjugado ao politeísmo (ou talvez ao panteísmo), o sacerdócio dos ortodoxos gregos, ora aqui, ora acolá, nas ruas, de crença firme à vista e bizarras vestimentas, mas não consentindo a fotografia... Nestas congeminações, a Platia Sintagma surgiu diante de mim como uma evidência de grandeza:

PLATIA SINTAGMA.JPG

Mormente o seu Hotel Grande Bretagne, onde de certeza me hospedarei numa próxima ida a Atenas e, muito perto, o Parlamento grego, o actual santuário da retórica, como são todos os parlamentos, mas este com a especial atracção dos Evzones:

IMG_3716.JPG

corpos (regimentos, batalhões) de infantaria ligeira sempre presentes nos cerimoniais de  honra em lugares de distinção. Uma pequena multidão assistia ao render da guarda, demoradíssimo, junto à escadaria da residência do vovô Sólon - simbolicamente falando, é claro, - numa geral estupefacção ante aquela fardamenta, que pede meças aos sargaceiros da Apúlia atamancados à mais provecta moda minhota, e o aprumo, o rigor e o orgulho da manobra.

IMG_3726.JPG

Não, - deixando de parte o gorro, o saiote, a meia branca justa à perna, sem dúvida aquelas espingardas disparavam, e seriam de utilidade superior às forquilhas das nossas revoltas populares. Um belo bocado de excentricidade, um momento inesquecível, entre o divertido e o patriótico.

PLATIA SEKERI.JPG

Escurecera tudo. Era sábado. Na Platia Sekeri, a gente nova aglomerava-se, conversava animadamente, muito afastada de todos os medos pandémicos. Jantei da boa comida grega, muito regada pela sua cerveja, e fui caminhando um pouco ao calhas, ainda atravessaria um apreciável naco da cidade até alcançar o hotel. Atenas arrebicava-se para a sua farra nocturna, passei a Platia Omonoia

PLATIA 0MONOIA.JPG

e prossegui apreciando estátuas, que as há em cada canto. Do clássico, como a Kolokotroni,

ESTÁTUA KOLOKOTRONI.JPG

ao vanguardismo do Memorial da Reconciliação Nacional:

MEMORIAL DA RECONCILIAÇÃO NACIONAL.JPG

Porque já na Antiguidade, numa pulsão, aliás, transmitida aos romanos, os povos da Hélade assim acreditariam - e continuam a acreditar - na Eternidade: mediante a grandeza escultórica, já que as coisas pequeninas da alma guardaram-nas depois nos seus templos do catolicismo ortodoxo, em votivas tabuínhas pintadas e douradas.