Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

Outros mundos

João-Afonso Machado, 27.06.20

IMG_2919.JPG

Um fim de tarde ainda mais azul e refrescado de verdes na soleira da porta. Não era casa nem de gente muita, nem enorme. Como nas histórias que se ouvem na infância, oscilando entre bruxas cheias de truques e velhinhas bondosas. Era o caso; e, como nessas historietas, o turista andava perdido e a sua paciência também. 

Talvez nem desse por nada, não fora a velhinha vir cá fora com umas sobras de comida para o bichano. A porta chiou, viu-se uma luz, o pequeno e encurvado vulto. Decerto dali poderia chegar alguma informação, ao menos que terra era aquela, já ameaçada pela noite.

Os olhinhos espertos da senhora logo toparam o cansaço, a mochila a fugir-lhe nos costas, a fome absolutamente transparente. E o turista perdido aceitou o convite para entrar, e se sentar junto ao borralho, mesmo ao lado da ausência total de electrodomésticos. Ela, muito ligeira, a mimá-lo com um caneco enorme de água fresquinha, já a bufar umas brasas debaixo da grade metálica. Tudo muito limpinho, cinzas sacras, dir-se-ia, a velhinha de cabelo alvíssimo, repuxado para trás, de um falar quase cantado.

Em dois tempos o caldo estava pronto na malga fumegante. A hortaliça a boiar nele, levezinho, adubado das melhores peças do fumeiro, humilhou ali mesmo qualquer restaurante. Repetiu a dose, saciou-se, ainda foi presenteado com dois ladrilhos de marmelada para sobremesa.

Recuperara as forças. Agradeceu muito e perguntou por algum hotel nas imediações. A velhinha não possuia léxico para mais do que pensões. Indicou-lhe uma, três travessas além. Para lá se dirigiu, que remédio... e lá dormiu.

Sem alguma televisão por companhia, a casa de banho era comum mas cheirava a limpeza. Sobre a sua cama, o crucifixo era só dele, o calendário do ano passado também; tomou conhecimento dos efeitos da alfazema em lençois de linho. De manhã, fatias de pão de lavrador e leite da vaca, mais um preço módico, inacreditável. Ficou-se com a povoação só para si, um segredo seu, não a quis cheia de gente aviltando a sua pureza. Regressaria em breve à pensão e aos comeres da velhinha.