Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

Góis

João-Afonso Machado, 21.06.20

IMG_2892.JPG

Poderão pensar, à chegada a Góis esperava-nos generosa sessão de fogo de artifício, mas é ilusão. Nessa tão amável vila, fazia as honras da casa o rio Ceira, a sua praia fluvial e os seus repuxos. No restante..., nem vivalma.

IMG_2901.JPG

Não contando o destemido gato, nas escadinhas da entrada, a deixar lhe passasse à vontade a mão pelo pêlo, e a velhotinha, muito de relance, - Boa tarde! Mas a tirar fotografias a coisas tão estragadas?!...

IMG_2900.JPG

E mais ninguém, senão catadupas de «coisas estragadas», leia-se casario onde facilmente me instalaria e seria feliz, entre ruas estreitas e desprovidas de poluição humana. Porque, em boa verdade, nunca conseguímos topar onde estacionavam os 2.000 habitantes de Góis.

IMG_2894.JPG

Na praia não estavam: deserta, com a mais pacífica aparência que imaginar se possa, e o cheiro maravilhoso a truta. Sim, existe esse aroma que brota do fundo das águas de temperatura que não vá além dos 18º e se apresentem limpinhas. O Ceira, um afluente do Mondego, já secularmente era famoso pelo seu peixe. Mas, geralmente, sobrevindo os tempos modernos, chega a indústria, o industrial patêgo e os seus carros «topo de gama», as cores garridas no curso dos rios... Em suma, o chamado «fim da macacada».

IMG_2896.JPG

Ali não. Descemos à praia por um quase museu ribeirinho, passeamos na areia e nos godos, nem um freguês! À cautela não houve mergulho - dada a intensidade do cheiro a truta, a água estaria abaixo dos 18º (incolor, puríssima...) e não é prudente a condução automóvel sob hipotermia.

Ficaram as vistas, o mar alto antes do açude.

IMG_2897.JPG

Aliás, o genuíno Oceano Pacífico. Ou ainda não abrira a época balnear ou tanta quietude dispensava a vigilância. Góis foi mais do que uma visita; foi uma massagem,  um creme, o relaxe dos músculos cerebrais.

IMG_2905.JPG

E, com o sol a bater num edifício com uma vaga aparência de paços do concelho, a tardinha já para o fim, presenteou-nos Góis com uma novidade dos dias dia de hoje: o seu repuxo.

Era tempo de avançar mais Beira adentro...