Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

Dinossauros...

João-Afonso Machado, 09.05.14

O meu Ex.mo Colega, o Senhor Bastonário Dr. António Marinho Pinto, deixou-me ontem sem saída. Com um imenso ponto de interrogação profissional, politico, porventura existencial, pela frente. O meu Ex.mo Colega, tomei conhecimento em entrevista sua à Televisão, vai candidatar-se ao Parlamento Europeu. Não consegui alcançar integrando qual lista, mas - isso sim, ouvi, depois de ter desancado Durão Barroso - parece que projecta aproximar-se dos grupos ecologistas, se for eleito, é claro.

Depois principiou o caos. Assim que instado sobre o exercício da advocacia e o cargo de deputado, à mistura. O Senhor Dr. Marinho Pinto distinguiu o honesto advogado de pasta na mão e toga debaixo do braço, pululando de tribunal em tribunal, daquela outra pululação nos corredores do santuário legislativo, onde os colegas das mega-sociedades negoceiam favores normativos para os seus clientes. Uma verdade inequívoca, o Senhor Dr. Marinho Pinto faz muito bem em denunciá-la, só não se compreende porque o faz em nome da "ética republicana", sob cuja égide afirma candidatar-se.

Talvez levado pelo sangue bravo das palavras, o Senhor Dr. Marinho Pinto assim deitava ferozmente abaixo, na sua entrevista, todo o edifício de S. Bento. O tal que uma manifestação inteira de polícias não logrou sequer subir a escadaria. Pois o meu ilustre Colega varreu-o de uma varridela só, ao esvaziá-lo da "ética republicana" que quer só sua, a pasta e a toga encostados a um canto esquecido do Parlamento Europeu onde, mais ecologia, menos ecologia, sabemos do seu programa de actuação apenas constar a dita "ética republicana", essa tonta, que tanto se encarrapita numa tartaruga gigante, algures no planeta, como vai caçar aos domingos em viaturas do Estado conduzidas por motoristas do mesmo.

Como subsistirá a República sem a fonte legislativa que o Senhor Dr. Marinho Pinto destruiu?

De que viverão agora os advogados - os habitués dos gabinetes parlamentares e os outros, os da barra?

Quem sou eu, advogado destituído de "ética republicana", sem tartaruga nem combustível e chauffer do Estado?

Têm a certeza de que os dinossauros se extinguiram?