Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

À atenção de todos nós

João-Afonso Machado, 24.06.13

A imensidão do Brasil dispersa bastante o desejável prumo da análise que a sua actual situação merece. Por onde começar, ante os que nos é dado ver? Talvez perguntando ao nosso velho Marocas para que serve um "Partido dos Trabalhadores". Sim, um partido de Esquerda nado e criado sob a benção universal dos camaradas, feito todo ele a pensar em favelas, multidões de esfomeados, abismos sociais... Enfim, nisso mesmo, nos trabalhadores.

E, é claro, um partido assim desenhado, socialista, recheado de amigos de Mário Soares, há-de, por defenição, passear sempre na governação de mãos dadas com o Estado Social.

Pois é o que se tem visto em S. Paulo, no Rio, em Niterói, Belo Horizonte... Com a turbamulta levando tudo à frente, sem transportes públicos nem serviços de saúde (então e o socialérrimo SNS, camaradas?) mas com uma Copa e uns Jogos Olimpicos à porta...

Dilma, já se percebeu, não tem o fôlego de Lula. De momento, enaltece o diálogo, anseia dialogar e promete novas medidas. Muito mal vão as coisas quando principiam as ofertas do pacote... Até porque fica a inevitável interrogação: então mas porquê só agora? Onde esteve o pacote até agora?

Infelizmente, tudo isto faz lembrar as aventuras de Tintin entre os Pícaros. Com Dilma, um Tapioca de saias; e Serafim Lampião, o loquaz Soares, ligeiramente menos encurvado mas por igual empenhado no Carnaval socialista.