Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

Correio do Minho

João-Afonso Machado, 07.01.13

IMAGENS 079.jpg

Ex.mo Senhor:

Dr. Francisco Balsemão

Carnaxide - Lisboa

 

Ex.mo Senhor:

Dou por recepcionado no ecrã, onde quis o Diabo me aparecesse à frente, o seu programa mais recente, Sábado em Luta. Nesse mesmo dia e serão de descanso, e com ampla intervenção dos metroartistas, Ex.mos Senhores Gel e Falâncio. 

Eu não posso falar, é claro, em nome da provincia do Minho. Falo somente como minhoto. Desses que gostam de tudo o que os demais portugueses gostam geramente - bolo-rei, uma pinguita, o bom assado, a concertina a tocar e a saia a rodar aberta em páraquedas. E tudo o mais que V. Ex.cia calculará.

Falta de higiene capilar e olhares de coruja em roupetas de gosto duvidoso é que não. Falares de rufia lisboeta, também não. V. Ex.cia não ignorará, saimos ainda há pouco do tempo da "casinha" e do jarro de água fria; da ausência dos pronto-a-vestir; e ainda nem deixámos de trocar os vês pelos bês. A pagar a conta de electricidade derivado da televisão, seja ao menos para ver coisas bonitas.

Coisas originais, já agora. Nada de arrumadores de carros ou revolucionários Knorr. Muito menos o jargão costumeiro, Passos Coelho para aqui, Vitor Gaspar para ali, já nos bastam os noticiários com que V. Ex.cia e os seus concorrentes nos bombardeiam diariamente. Se não há imaginação para mais, saia ao menos uma Gabriela de cravo e canela em - digamos assim - carne e osso, a carne, se quiser, completamente visivel, o osso fique V. Ex.cia com ele e lhe faça bom proveito.

O produto não tinha a qualidade prometida, em suma. Assim declaramos unilateralmente resolvido o contrato celebrado com a SIC de V. Ex.cia, em face da dita deficiência. E tomamos a iniciativa de devolver as ditas imagens, todas elas, por impróprias e fora do prazo. Antigo por antigo - demodé pour demodé, diria V. Ex.cia - deixe lá o entretenimento nas mãos do António Silva ou do Vasco Santana, senão mesmo no Otelo a preto-e-branco, a gaguejar "pás". Sempre é história, sempre tem humor.

Ou então - insistindo V. Ex.cia no mau gosto - segredam-me agora alguns senhores minhotos, digne-se V. Ex.cia trazer a público imagens de V. Ex.cia, do tempo em que se saracoteava em boites algarvias com o seu blaser encarnado... Isso sim, isso tinha must!

Na expectativa de um próximo sábado devidamente remodelado, com a salutar presença de V. Ex.cia remoçado e dançador do twist, subscrevo-me com os melhores cumprimentos,

De V. Ex.cia

atenciosamente

 

JAM