Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

A resistência do "comércio tradicional"

João-Afonso Machado, 07.09.11

A paisagem é conhecida de todos: uma cidade, de pequena ou média dimensão, cercada - sinistramente cercada - das ora denominadas "grandes superfícies". Ou de outras, nem por isso tão grandes. Numa disputa desenfreada, esmagando preços, leiloando (a contrario) os produtos, a ver quem dá menos. E as multidões, famílias inteiras em fato-de-treino, convergindo sábados e domingos rumo a essas miragens.

Entretanto, consequência obvia, no centro das cidades deste modo cercadas, o comércio estagna, definha. E vai morrendo.

À declaração do seu óbito segue-se o desemprego, a insolvência dos fornecedores, o abalo dos serviços. É quando se nota que os fatos-de-treino vão decrescendo em quantidade nas famigeradas "grandes (ou não tão grandes) superfícies".

É assim. Curiosamente, estou eu crer que na Provincia os comerciantes tradicionais se aguentam melhor do que em Lisboa ou no Porto. A explicação provável está nos elos pessoais, em meios menores sempre sólidos e solidários. Porque eu cumprimento de beijo a proprietária da mercearia Lopes & Costa, na minha terra, sempre que lá vou. E permaneço um bocado, depois, comentando com ela o sucesso da última ninhada de cachorros...