Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

O superavit (portista)

João-Afonso Machado, 05.04.11

Os números não mentem e não são manipuláveis. Situemo-nos na época futebolística de 1977/1978, em que, ao fim de quase 20 anos de jejum (como se diz na gíria) o F. C. do Porto venceu o Campeonato Nacional.

Até então, somava no seu palmarés 5 títulos nesta competição. Hoje vai já em 25.

Quanto ao Benfica: 23 títulos nessa época, para 32 na actualidade. E o Sporting, 14 e 18, respectivamente, antes e depois daquela referência.

É claro, tenho-me farto de ler por aí, estes 20 troféus portistas, em 33 anos, devem-se à venalidade dos árbitros, ao terrorismo de Pinto da Costa e a uma série infinda de crimes que, bem vistas as coisas, não explicam os insucessos do Benfica e do Sporting, mas levantam duas questões muito pertinentes. Quais sejam elas:

- Corrupção e manobras similares caem na alçada do Poder Judicial. É este, na III República, mais permissivo do que na II?

- Ou, ao invés, a II República favorecia, então, os clubes da capital?

Num caso, ou no outro, o Regime nunca fica bem na fotografia. A não ser que, desportivamente, aceitemos, há já umas décadas o F. C. do Porto é a melhor equipa portuguesa.