Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

Estão aí os portugueses; e o Estado, onde está?

João-Afonso Machado, 01.11.10

Para os mais desatentos, como eu, uma recente sondagem da Universidade Católica traduziu uma novidade absoluta.

Versava a mesma, essencialmente, duas questões, ambas relacionadas com o Orçamento de Estado para 2011.

Quanto à primeira, 55% dos inquiridos pronunciaram-se a desfavor do aludido documento; não obstante, 54% concordaram na importância da sua aprovação para o futuro do País.

Já a segunda incidia sobre a anunciada greve geral - a merecer o beneplácito de 59% dos "sondados", conquanto 66% não tencionasse aderir.

As conclusões parecem claras: os portugueses perceberam que o Governo lhes quer ir aos bolsos, através da tributação, de modo algum para melhorar a sua qualidade de vida (através da criação dos necessários equipamentos ou comodidades), antes para, à descarada, realizar meios financeiros bastantes à cobertura da despesa do Estado.

Em suma, constataram a existência da famigerada crise e resignaram-se com o facto. Declararam o seu protesto mas dispuseram-se aos sacrifícios. O que é sintomático e encorajador: os portugueses, acima dos seus prejuizos pessoais - de que os governantes são causa e culpa - valorizaram a crise nacional. Em segura demonstração de maturidade.

Portugal tem, portanto, um Povo. Não tem é Poder nem Autoridade politica. Logo, não tem Estado. Terá, ou será, apenas, uma tradição. Uma Cultura, vá lá.

 

Pág. 5/5