Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

Adeus moínho de tantas décadas

João-Afonso Machado, 20.02.12

Adeus, velho moínho, berço de tanta farinha, maternidade arruinada, sala de visitas, presença de uma vida inteira. Não foram apenas as tuas telhas a cair, nem eram de granito, como a tua, as outras almas. Tudo é findo, somente o caminho parece não ter termo nem chegada. É partir, sem olhar para trás. Pensando na largueza de um mundo inteiro para retratar e a suar o espírito barrando a passagem a essa ideia quase fatal -  a de não te voltar a ver.

A vida é assim. Um oceano de tristezas onde navegam cabeças erguidas, dispensando a caridade de um tecto disfarçada na arrogância das palavras. Sem dúvida, antes a morte do que a liberdade perdida.

 

2 comentários

Comentar post