Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

MACHADO, JA

A minha escrita, a minha fotografia, o meu mundo

Incorrigíveis!

João-Afonso Machado, 25.04.11

Admito haja ainda quem não goste de José Afonso. Simplesmente porque "Grândola, Vila Morena" é o hino que é, o PREC foi o que foi, existem outros cravos para além dos vermelhos... e a atitude política continua, entre nós, a orientar-se pelas regras próprias da clubite futebolística.

Ouvi este fim de tarde, com prazer, repousantemente, José Afonso. Uma colectânea inteira das suas melhores baladas. Sem querer saber das suas convicções políticas - onde já vai o PREC... - e curioso apenas em descortinar se, tantos anos depois, Portugal é realmente importante para os portugueses. Melhor dizendo: para a nossa classe política, destinatária dos nossos votos.

Isto após a inédita iniciativa de Cavaco Silva, convidando ao discurso todos os seus antecessores. Terá valido a pena o esforço?

Respondeu primeiro Carvalho da Silva, em crítica acesa que, dos quatro, só poupou Jorge Sampaio. Vá lá adivinhar-se porquê...

Depois o PCP (Bernardino Soares), rejeitando quaisquer consensos políticos que nos coloquem no "buraco". Leia-se: que envolvam negociações com o FMI e a UE.

Por fim, Sócrates, candidamente afirmando-se o campeão da concertação, em evidente ataque aos partidos da Oposição. À saída de Belém!

Incorrigíveis!, eles são incorrigíveis!, para parafrasear o druída Panoromix, já que tantas foram os autores citados pelo Gen. Eanes na sua alocução.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.